De 26 a 29 de Janeiro teve lugar o trigésimo nono Festival de Banda Desenhada de Angoulème.

É um acontecimento cultural importante na sociedade Francesa.

Em relação a 2010, a produção aumentou de quase 5 por cento. Foram publicados 5327 títulos de Bd.

 

Mais de um terço destes novos títulos são mangas asiáticos. 

O presidente do festival é Art Spiegelman, o pai de Maus, vencedor da edição 2011. 

Duas Bd já aqui apresentadas fazem parte da seleção oficial:

Pour en finir avec le cinéma de Blutch

Portugal de Cyril Pedrosa

 

Art Spiegelman também realizou uma obra, MetaMaus, onde se interroga sobre a escolha da Bd para tratar o Holocausto...

 

Foto: Zoo, Jan de 2012, p.6

Este post pode ser lido como a continuação de A Bd pelas trilhas do vinil 

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

 

 

Considero a Bd Manga, Homunculus, a melhor Manga de sempre no âmbito das que li.

É uma opinião subjectica.

Penso que é uma reflexão a propósito do que é o cérebro humano e das "neurociências". É de atualidade!

Com o número quinze, múltiplo de três, findou o relato... mas não a nossa interrogação que, essa, continua....

 

Este post deve, absolutamente, ser lido como a continuação de Homunculus: A referência da Bd Manga

Foto: Imagem da penúltima página do tomo XV.

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

 

 

Os Manga souberam encontrar uma diversidade que a Bd Franco-Belga ou os comics US nunca souberam explorar.

Os Manga criaram uma diversidade fora de série que parece acompanhar o estilhaçar do indivíduo no âmbito do ultra-liberalismo.

Como se os Manga estivessem para a Bd como Fernando Pessoa ( perdoem-me os puristas) está para a literatura ou a poesia.

Veja-se esta diversidade que pode ajudar a entender a BdManga :

 

Shôjo: Manga para meninas adolescentes.

Josei: Para moças e adultos.

Shôjo-ai: Romance sentimental entre mulheres.

Shônen-ai: Romance sentimental entre homens.

Yaoi: Romance sexual entre homens.

Yuri: Romance sexual entre mulheres.

 

Tal como na teoria dos conjuntos, existem intersecções.

Todavia, o Cosméticas, precursor do aquém e do além, defenderá sempre que não existem fronteiras num relato contado em imagens.

 

Imagem: detalhe da Manga "Ultra Haeven" de Keiichi Koike

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

 

 

Até hoje, a Bd Manga mais vendida em França em 2011 !

Poderia até ter intitulado este post : Na pista de comentários...

Das múltiplas leituras que fiz verifiquei que a maioria dos internautas comprou a obra por causa do título.

Foi o meu caso !

Ou seja : No mundo da selva liberal, continuam a haver referências e, contrariarmente, ao que se pode pensar a juventude não é tão inculta como certos o pretendem.

 

A Bd faz-me imenso rir. Não creio que ofenda. Só os puritanos se poderão ofender. Mas estes não conhecem o riso !

Adoro quando Buda fica fera, verificando que está presente em todas as lojas como bugiganga decorativa. E Jesus que não sabe poupar...

A Bd Manga de Hikaru Nakarama, quanto a mim, dá um salto qualitativo : Já não se trata duma problemática existencial Japonesa que reproduz o mal-estar duma sociedade mega industrializada e que é comum a todas as sociedades mega industrializadas.

É uma Bd Manga que se abre e que relativiza as crenças fanáticas...

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

 

 

Jirô Taniguchi foi premiado, graças ao seu cenário,  no Festival Bd de Angoulème em 2003.

Este prémio, dedicado a uma Bd Manga Japonesa, questionou e abriu interrogações.

Após, Sam Garbarski decidiu adaptar a dita Bd Manga ao cinema.

E fez um filme : Quartier Lointain.

E talvez Quartier lointain lembre o mítico "Quartier Latin", pano e cavernas para discussões em favor dum mundo aberto.

O filme é, imensamente,  interessante porque lembra e não só "O Conceito de a Linha Clara".

A arte é Universal !

 

Este post pode ser lido como a continuação de "O Conceito de a Linha Clara" .

Fotos : Prancha da Bd Manga citada e imagem-foto do filme.

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

 

 

A maior parte das pessoas que nunca leram Bd Manga pensam que esta é optimista. E que não é violenta.

Educadas no universo dos Disney e no universo de outras Bd, onde, muitas vezes, não existe violência física mas mental, a maior parte das pessoas esquece que não existe nenhuma Bd anti-violenta.

A violência existe na Bd e na Bd Manga. O que muda é a sua representação gráfica.

Joseph

por PortoMaravilha | link do post

 

 

 

Eu sei que estou a ser extremamente velhinho, incluindo o estilo Manga no campo da Bd.

Não vamos ser inocentes : O estilo Manga deve muito à escola Franco-Belga e, sobretudo, Belga.

Mas pouco importa os purismos.

Homunculus é a Bd Manga de referência. Escrita por Hideo Yamanoto desde 2003, esta obra conta já onze volumes.

O grafismo é muito bom.

 

O resumo da estória é simples e questionante como a pré-história.

Manabu Ito é um estudante de medicina que se preocupa com interrogações que ultrapassam a ciência.

Susumu Nakoshi é um ser racional que se tornou sem domicílio fixo pela força da vida.

Contra 700 mil yens, Susumu aceitará a oferta Manabu : Conhecer uma "trepanação" do cérebro.

Graças ou por causa desta experiência, Susumu alcança o sexto sentido e descobre um novo sentido que lhe permite descobrir a alma de outrem.

 

Fica aberto um novo espaço : Manga :  Quer em Bd ( oups ) quer em animado ( filme ).

 

Imagens : Pranchas do Tomo 1

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.