O que interessa um livro sem imagens nem diálogos, perguntava Alice ?

O famoso romance de Lewis Carrol foi adaptado à Bd pela filha de Alan Moore em parceria com John Reppion e Erica Awano.

E, nesta adaptação de grande qualidade, os três autores respondem a Alice.

 

Imagem : Capa do primeiro tomo, Maio 2010

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

Se Nuno nos recordou no post de ontem, uma das facetas relacionadas com o dilema levantado num frente a frente »da Sétima vs a Nona Arte« (Cinema vs BD), eu aproveitava a deixa para me concentrar no confronto geracional existente dentro da própria Sétima arte presente em Alice no País das Maravilhas .
Trocando por miúdos, e para os mais distraídos, no fundo "Alice in Wonderland" é uma película, tão antiga como desde 1903, tendo conhecido bons toques e "arranjos de maquilhagem cosmética", adaptando e atravessando vários formatos transversais à era dos filmes aqui apresentados por:

(1) - "silenciosos" (sem qualquer dialogo nem banda sonora), (2) - passando pelos "filmes mudos" (sem dialogos, mas com banda sonora à acompanhar), (3) - entrando na "era do sincronismo sonoro P&B" (com voz, diálogos/narração, à preto e branco) , (4) - cavalgando pela "era das cores".

 

Revisitando o tema, assim de repente, diria que este filme acabou por isso sendo transversal à todo o século 20,  conhecendo grandes lançamentos nos anos de 1903, 1915, 1933, 1951, 1976, 1985, e 1999. 
Pelo que, nem o Grande Mestre em clichés, do "vira o disco e toca o mesmo": James Cameron, com seus 3D's acompanhado de mil e uma mariquices de efeitos especiais, conseguiria trazer à velha estória, neste momento, grande coisa de novo...

 

O que aguardar então desta 1ª "grande versão" séc. XXI?

 

Acho que será a mesma mágia de sempre!

Para que não restem dúvidas, e o agora aqui citado não passe por mero "31"de boca :-) , será precisamente essa umas das próximas etiquetas em exibição alí ao lado, na COSMéTICAS tv. Alice in Wonderland. A não perder: os desenvolvimentos em cartaz.

 

Watch live streaming video from COSMéTICAS tv at livestream.com

Post que pode, e deve ser lido, como continuação "deste" e  "deste".


PC Jerónimo da Silva

por MrCosmos | link do post

 

 

 

No mesmo momento em que as salas de cinema dão a conhecer a versão cinematográfica ( de Tim Burton ) do conto de Lewis Carrol , as livrarias especializadas dão a conhecer a versão em Banda Desenhada da obra prima de Lewis Carrol .

 

Os autores , David Chauvel e Xavier Collete , conseguiram criar um álbum fantástico que presta homenagem a este conto onírico que continua moderno.

Este post pode ser lido como a continuação de " Alice no País das Maravilhas em 3 Dados "

 

Fonte/Foto : A capa do álbum BD

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

 

 

Disney baptizou a sua primeira heroína com o nome Alice. Uma maneira indirecta de referir o universo infantil e de "nonsense" de Lewis Carroll.

O livro de Lewis Carroll, " A mad tea-party - Alice's adventures in wonderland " (1865) foi ilustrado por John Tenniel .

Parece evidente que os desenhadores dos estúdios Disney (Mary Blair e David Hall) conheciam esta edição.

 

O filme de Tim Burton apresenta uma nova versão em 3D da obra de Lewis Carrol e cuja saída em sala está prevista para 7 de Abril.

Nuno

por PortoMaravilha | link do post

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.