" A ilusão do ama-me só por mim é uma idiotice . Já não andamos no liceu e eu sou Kanye West , caraças ! "

 

Só a moda, o design  parecem  interessar Kanye West . Conseguirá ser o  primeiro criador negro de moda ?

Nuno

Fonte : Next  ( Agosto 2009 )

por PortoMaravilha | link do post

 "A ciência é composta de erros que, por sua vez, são os passos até a verdade." (Júlio Verne)         

O comodismo proporcionado por um avançado e tecnológico século XXI, embala e absorve o individuo para uma das suas características que lhe é das mais inatas e que passa por ser-se avesso a mudança.

E se popularmente se admite por sensato que 'em equipa que ganha não se mexe' , não deixa de ser menos lapidar a de que 'o homem sonha, e o mundo avança' .

Entre o conforto de se conservar e prolongar o já testado, conhecido e bem sucedido, e o arriscar por algo que se apresenta de novo, melhorado e progressivo, facilmente optaremos pela primeira em detrimento da segunda, a menos que se assumam os aparentes erros de hoje, como os passos até a verdade de amanhã.

 

Temos por cá experimentado, com alguma abundância, destes sabores, ou se preferir, dissabores. Desde a liberalização do aborto, a proibição de fumar em recintos fechados, passando pelo casamento homossexual, ou a acesa discussão do acordo ortográfico, temas esses , uns mais fracturantes que outros, mantêm e entretêm - por vezes desviando as atenções dos demais assuntos emergentes - muitos dos Portugueses.

 

Mas não é só no seio da sociedade que somos assaltados de mudanças. Elas impõem-se quotidianamente dentro de nossas próprias casas. Desde o gerar/aproveitar de desperdício, ao que, hoje é eficaz e moderno para já amanhã ser considerado obsoleto, tais mudanças são observáveis em qualquer lar deste país periférico, que já teve a ousadia de ser a porta do mundo, e que de algum tempo a esta parte há quem lhe chame o cu da Europa.

 

Tudo assuntos que vamos espalhando e semeando por aí, e que gostaríamos também de apresentar aqui. Bem vindos à nova rubrica para 'O Portomosense' ,  do XXI ao 31  .

 

Paulo Jerónimo da Silva

(Edição 0, publicada no jornal 'O Portomosense' de 4.02.2010)

por MrCosmos | link do post

 

foto| Nuno Manuel Baptista

 

Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem disponivel para matrimónio em regime de separação de bens, com hipotese legal de nulidade de contrato até 6 meses, ou nem que seja para uma curte... Que agora é lei, deixem-se de modas.

 

(brevemente, nas páginas centrais de um Correio da Manhã qualquer, perto de sí)

por Pde. Amaro | link do post

Portugal aprovou hoje na assembleia da República,   a lei para casamentos gay, tornando-se o 8º país no mundo   a faze-lo.

Os portugueses, povo conhecido pelos seus brandos costumes, e eu não considero esta característica  má (pelo menos, de todo má), saberão conviver com a maior das normalidades, sem alaridos nem complicações, como de resto sempre reagiram as mudanças e evoluções de temas fracturantes,  veja-se recentemente a reacção a legislação para o aborto, ou fumar em recintos fechados de trabalho ou destinados ao público, esta última que se confirma uma legislação de grande êxito entre pares.

 

Mas também não me esquece, o comentário certa vez de uma convidada no encerrado programa " A Revolta dos Pasteis de Nata" (RTP2) que dizia à boca cheia aquilo que é tido como sentimento comum pela maioria dos homosexuais homens: Os lobbies e grandes interesses, e nomeadamente, a agora em voga luta pelo casamento gay, são causas que movem a ala dos considerados e verdadeiros "maricas" gays.

 

Concordo em absoluto, e com esta lei (deixando-a o homofóbico Cavaco Silva passar ao veto), o que passaremos a ter é a oportunidade de distinguir os vários tipos de "maricas" sejam gays, bis, heteros, travestidos, metros, ou como lhes queiram chamar.

 

 

alguns links:

A homosexualidade nos guetos :by PortoMaravilha

Tabus e preconceitos. Sapo - Especial Casamentos Gay

por MrCosmos | link do post
etiquetas: , ,

 

 

 

Acabei de ver "Avatar" e ficaram-me estas impressões :

 

Para mim, "Avatar" é um grande filme. Não só condensa toda a história do cinema (Americano ou não) , como também questiona o porquê e o como  da Descoberta do Novo Mundo, isto é, das Américas.

Mas também levanta a problemática que é crucial para a raça Humana: Como encontrar as fontes de energia necessárias para alimentar uma sociedade industrializada que esqueceu a natureza ?

 

Em "Avatar" , o dia 11 de Setembro está presente . A destruição da Grande árvore não é mais que a representação simbólica do ataque às Torres de Nova Iorque.

Em Pandora , a Terra-Mãe não aceitará que um desequilíbrio seja criado entre a natureza e os seres que a habitam. E tomará partido.

 

"Avatar" é um filme comprometido. Ecologista dirão alguns?

 

Ou será que "Avatar" representa o "entrever" da tomada de consciência Norte Americana após o 11 de Setembro?

Pandora, o nome do planeta cujas florestas lembram as da Amazónia, reenvia para o filme com Ava Gardner e a legenda do Holandês Voador.

 

Em "Avatar" , o beijo (já há muito que não via um beijo cinematográfico na sua essência) não significa pacto com diabo.

Só harmonia! 

E Viva o Porto !

por PortoMaravilha | link do post

 

Jovial!

 

Um filme que deveria constar de qualquer videoteca que se preze, entre os amantes ou simpatizantes cinéfilos.

 

O modo como "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" nos pinta  Paris, em tons vivos e alegres com cenários coloridos onde encaixa a protagonista Amelie (Audrey Tautou) de seu guarda roupa a condizer entre a vivacidade dos verdes e vermelhos, roça o estado de hino à grande tela.

 

 

Com o recurso, e bom abuso, de grandes planos, nomeadamente à cara laroca da protagonista e suas expressões tipo "boneca de porcelana" , Jean-Pierre Jeunet obtém este sucesso do cinema francês, ressuscitando inclusive de certo modo, uma moribunda cinemateca francesa, a qual já não me sentava no sofá por mais de 30 minutos desde as saudosas comédias de Louis de Funes (o meu "Vasco Santana" francês). Mas devo no entanto confessar minha forte ignorância por estes roteiros do cinema gaulês, pelo que mais não me alargarei.

 

Tudo isto aliado ao inebriante perfume da banda sonora  do filme (de Yann Tiersen) , são componentes que levariam a película a nomeação para cinco Óscares em 2002.

Nada menos importante esta referencia final ao toque musical de Yann Tiersen que lançam o mote ou embalam pelos vários estados de alma do filme, ou melhor, do espectador, entre a melancolia, a disputa, marcando o argumento pela tal jovialidade e a rotina do dia a dia. Para a história e sucesso das bandas sonoras ficam temas como La Valse D'Amelie  (no vídeo abaixo) , Le Moulin , Comptine D'un Autre Ete, La Dispute (ouvir aqui) .

 

Nos primeiros 15 minutos deste filme, Jean-Pierre Jeunet lança-nos numa narrativa alucinante que prende o espectador ao ecrã, de forma esplêndida, mas, é a partir de mais ou menos à meio do filme que aparece o grande "senão" que a crítica menos boa não perdoaria, a qual de resto me junto, quando o filme entra num marasmo total, enrolando-se em muito "mais do mesmo" , enquanto Amelie cumpre o seu fabuloso destino de ajudar os outros a encontrar alguma felicidade. Acho que exemplificativo deste "chove-não-molha" que quebra a expectativa empolgante inicialmente lançada, resume-se por exemplo no comentário final que ouvi do meu filho mais velho (16 anos) à poucos dias quando lhe apresentei o fabuloso destino:  "É pá, nem sei se gostei ou não..."

 

por MrCosmos | link do post

 

 

 

Editado em 1959 , o romance Emmanuelle conhece um sucesso mundial. Em 1974 aparece o filme epónimo com Sylvia Kristel e , sem dúvida um dos recordes mundiais, fica nas salas durante 13 anos.

 

Quatro anos mais tarde , Guido Crepax , toma de novo por sua conta este mito, para elaborar uma obra prima erótica.

Guido Crepax é um dos grandes  desenhadores da 9ª arte. Há , pois , que saudar a reedição deste clássico da Bd que está nas livrarias desde o início deste frio mês de Dezembro (Editions Delcourt).

E Viva o Porto !

por PortoMaravilha | link do post

 

 

Gajo que era gajo, tinha um canivete como o do MacGajo! Nem que fosse dos chineses...

O meu ainda hoje me acompanha :-)

por MrCosmos | link do post

 


por MrCosmos | link do post

 

Este é um dos filmes que acarinho na minha prateleira de DVD's.

 

A longa-metragem "Contact" protagonizada por Jodie foster, é o que se começa a poder chamar de um clássico, pelo menos no canal de TV Hollywood, onde me deparei com ele (mais uma vez) a poucos dias atrás.

Curioso que sou sobre as formas de vida para além deste nosso planeta azul, este filme culmina no que de resto sempre foi uma das convicções que tive: Acreditar-se em anjos, santos, demónios, ressurreição, e outras formas ou mensagens do além, é acreditar-se em vida extraterrestre. É acreditar-se em ET's, ou aliens.

 

Normalmente assumiríamos com maior facilidade a vida além terra, com formas de vida, com seres de criação ou evolução diferentes às terráqueas, mas não é esta filosofia que Contact nos oferece. Em Contact, Jodie foster, conseguido que foi seu sonho de uma viagem à escala interplanetária para desvendar sinais de vida enviados do além, acaba perante um tribunal americano sem justificação plausível para o forte apoio financeiro que os EUA investiram no seu projecto. Um filme que quer pela mensagem, quer pelos aspectos técnicos, vale a pena reter. Segue-se a introdução deslumbrante do filme que, passe a redundância, abre em beleza, com um zoom out a partir do planeta terra para o "infinito" do olhar humano.

 

 

 

por MrCosmos | link do post
"O avast! irá celebrar atingir 100,000,000 (100 milhões) de utilizadores.

Entre agora e Dezembro o avast terá o seu 100,000,000º utilizador. O sortudo utilizador ganhará uma viagem com despesas pagas a Praga, República Checa, a cidade natal do avast! ". Link da boa nova.

 

Foi desta forma que o meu querido antivirus me deu os bons dias hoje de manhã.

Eu não sei qual é o relacionamento que tens com o teu, mas com "o meu avast!", há um casamento perfeito que já dobrou as "bodas de trigo ou couro" (3 anos) , caminha para as de "Flores e fruta ou cera" (4 anos de bodas).

 

É um verdadeiro cão caniche de guarda . Pequeno, leve, e mais que eficiente. Com vácinas actualizações diariarias automáticas, e sempre em dia, e, quando nos vem namorar à janela, é para nos dizer que acabou de bloquear uma virose de um e-mail, site, pen-drive, download, e até provável ou eventualmente, beijos de bloqueios relativos ao teu blogue ele já me deu.

 

Pá, com muita pena minha, não poderei disfrutar dessa lua-de-mel com ele, à Praga,  pois que já lhe entreguei todas as divisões da casa, para além de várias outras divisões habitadas por familiares: meus 2 computadores pessoais (versão home free) e 3 computadores comerciais onde a lei, outrora também conhecida por ASAE, exige uma versão  Pro. Uma  "licensa tripla" (para 3 pc´s) rondará, e salvo erro, cerca de 20 meros euros. O que sei, porque por isso o tenho, é que depois de vários namoros frustrados, este é o casamento que tenho por melhor classificado, na comparação desempenho/preço.

 

Já quanto a tí não sei, mas aqui o Mr, desque que Eurico Bento, web designer, amigo que eu e o avast! temos em comum, nos apresentou, que foi logo amor à primeira vista. Assinei logo um divórcio litigioso com o Norton, e recuperei montes das joias valiosas que o larápio me afanava.Joias da coroa: grande parte de processamento e memória RAM libertados para as aplicações verdadeiramente prementes de qualquer computador que não a protecção, relegadas para 3º ou 4º plano das aplicações.

 

Por mais amor que tenhamos ao nosso antivirus, há que demonstralo com uma dose certa na demonstração de afetos, pois, esta-mos sempre sujeitos a uma ou outra viro-se que se intermetem neste amor, e cujo antidoto não surgirá tão depressa como o antivirus do H1N1, flamigerada vacina contra gripe A .

Que o diga Freddie mercury...

Download free avast!

 

 

  

por MrCosmos | link do post
sinto-me:

 

Para onde eu vou, o quê é  que eu faço?

Em que tom vivo?  Aperto o laço...

 

Quantas vezes te riste? Imprimiste o teu cunho? Estico a camisa, abotoo o punho.

Sê livre em consciência perante as encruzilhadas da vida. Continuas a ser o mesmo ainda que o espelho não to diga.

 

Componho o cabelo e verifico o fato. Endireito o vinco,  ato o sapato. Viro costas, saio porta fora: Podes contornar meio mundo, mas não os valores  de outrora.

 

Porque um dia regressas e então constatas:

- Aqui estou eu vestido de gala,

é a puta da vida, que um dia nos cala.

 

  

(O último fôlego, é um novo projeto que me proponho a percorrer. Assim não me faltem as forças, para o ver crescer.)

 

por MrCosmos | link do post
música: Mark Knofler - Going home (Theme fron Local Hero)

Começa-mos com o pé esquerdo. Perdemos!

E depois? Quantas vezes já nos erguemos?

Quantas já nos levantamos? Quantas mais ainda perderemos?

  • Só quem nunca estremeceu ao ouvir o timbre daquele hino arrepiante;
  • Só quem nunca chorou desalmado, com um golo de calcanhar, rejubilante!
  • Só quem nunca ficou com o coração cem-a-hora;
  • Só! Quem nunca soube o que é andar-se de cabeça à nora;
  • Perder o dia desconcentrado enquanto a bola não ruma à proa;
  • Só quem vive agarrado ao passado; não sonha; não cria; e nada sua alma povoa...

...não entende a magnitude de ver os seus, de suas nobres vestes reais trajadas.

 

Azuis e brancas,erguem a bandeira.

Em tempos monarquia, agora, sem eira nem beira.

A esperança polula entre homens dignos e por isso envergam escudo nacional ao peito, invocando. Seu lema: não envorgonhar suas gentes, lutando.

 

Com um atrevimento conquistador desmesurado dobram cabos das tormentas.

Temerosos. Mas lutam sem medo.Corajosos.

Que se lança pelo mar a dentro, por tubarões do velho continente dominado.

A cada ano, em busca de mais glórias, partem na descoberta, com ímpeto renovado.

 

Foi por isso que  os próprios mouros antes pré-dominantes se renderam.

Vitória! Venceram.

Primeiro conquistaram o mundo, e vede que agora nasce um luso profundo, em qualquer lado . Existirá coisa igual? 

E conjogou Homem de Mello: "Como não por no Porto uma esperança, se daqui houve nome Portugal?"

AMO-TE, Porto.

 

«Die Meister, die Besten, les meilleurs equipes, the champions!»

 

 

Dedicado à minha fiel mulher de armas, Esperança Vitória, de sua graça.

Porque há amores assim.

por MrCosmos | link do post
sinto-me:

Muito se fala do acordo ortográfico entre os países de língua Portuguesa. Há quem seja contra e há quem seja a favor.

Mas, sem dúvida, muito se fala sem conhecimento de causa.

A grafia não é mais que um código. Escrever acto ou ato, cágado ou cagado, por exemplo, não altera mesmo nada a compreensão da mensagem. Se uma letra só tem essência no âmbito duma palavra, igualmente, uma palavra só têm essência no âmbito duma frase. E nem sempre o código reproduz a oral. Se assim fosse, os alunos não dariam erros nos ditados. Acho, aliás, curiosíssimo, que aqueles que são contra uma simplificação do código escrito ainda não se tenham manifestado, com petições e manifestações, contra os sms. Não querem escrever em “Brasileiro”, mas escrevem todos os dias em sms. 
 
Reparem nestes dois textos . Ambos são de António Caeiro, heterónimo de Fernando Pessoa. O primeiro é reproduzido tal como, originalmente, foi escrito. O segundo é o que, hoje em dia, as edições Portuguesas apresentam.
 
“Hontem á tarde um homem das cidades
Fallava á porta da estalagem.
Fallava commigo tambem.
Fallava da justiça e da lucta para haver justiça
E dos operarios que soffrem,
E do trabalho costante, e dos que teem fome,
E dos ricos, que só teem costas para isso.”
 
“Ontem à tarde um homem das cidades
Falava à porta da estalagem.
Falava comigo também.
Falava da justiça e da luta para haver justiça
E dos operários que sofrem,
E do trabalho constante, e dos que têm fome,
E dos ricos, que só têm costas para isso.”
 
Onde está a diferença ? 
Talvez mais interessante :
“De aorcdo com uma pqsieusa de uma uinrvesriddae ignlsea, nao ipomtra a odrem plea qaul as lrteas de uma plravaa etaso, a uncia csioa iprotmatne é que a piremria e utmilia lrteas etejasm no lgaur crteo.”
O mesmo texto em Francês ( a minha filha de 11 anos leu sem hesitações ) : 
« Sleon une edtue de l’uvinertise de Cmabrigde, l’odrre des ltteers dans un mto n’a pas d’ipmrontncae, la suele coshe ipmrotnate est que la pmeirere et la dreneire soient à la bnnoe place. « 
 
Isto porque o cérebro humano não lê letra por letra mas a palavra como um todo. 
Interessante né ? Ou : Interessante não é ?
 
E Viva o Porto !
 
 Fontes citadas : “Poèmes de Alberto Caeiro” , ed. “La Différence”, t. 4, p. 50, Paris, 1989 ; « Poemas de Alberto Caeiro », ed Ática, p.54, Lisboa, 1979»
por PortoMaravilha | link do post

Comprei-o esta manhã a um jovem rapaz que os acarretava debaixo do braço juntamente com um molho de pensos rápidos, caminhando pela avenida fora. Havia-o fitado ainda a distância, de médio porte, cabelo russo, interpelando os demais transeuntes que pululavam pela Av. Francisco Sá Carneiro em dia de mercado. Pelo que já ia com ela fisgada, de me esquivar deste tipo de peditório, de resto, uma questão de atitude que mantenho para com este género de campanhas, desde que um outro, pedindo por uma outra causa ou instituição qualquer havia sido extremamente mal educado para com a minha cara-metade, que se recusará em participar." Aí coitada! tenho de ir pedir tabém para a senhora..." respondeu-lhe ele com muito mau modo.

 

E já  de pé atrás para me  desviar do dito cujo antes que me visse, a perspicácia de quem anda nisto certamente a algum tempo apanhou-me, duplamente desprevenido. Ofereceu-me o Almanaque que já procurava a mais de um ano, o mítico Borda de Água e com pena de não ter conseguido o de 2009, agarrei logo este para o ano de 2010, não que lhe dê muita importância, mas acho de certo modo castiço, e respeito a acertividade da ciência que este compendio contêm, e que se mantem regular até aos anos de hoje, sendo o guia ainda de gerações, nomeadamente as ligadas as sementeiras, e não só. Uma familiar minha procurava precisamente naquela altura consulta-lo para verificar algo relacionado com as fases da lua e o seu estágio de gravidez, mas paciência, este é de 2010 e só lhe servirá se engravidar novamente para o ano que vêm...

 

Fiquei então com ele a troco de algumas moedas a mais do que o seu 1,50€ que depositei na palma da mão rogosa do jovem agradecido, e logo me bateu na ideia, que já fora numa abordagem parecida que havia conseguido a edição de 2008 que exebia todo satisfeito aqui.

Lembrei-me do Fradique Gouveia Pinto, que frequentemente por aqui passa em "campanhas" identicas e facilmente me convenceu a ficar com alguns livros de poesia de sua autoria e um de poesias populares. Há ainda um rapaz alto, mulato, que traz sempre uns brindes todos catitas para ofertas, a Deficitprodut, Instituição de solidariedade no Porto, com artigos em pele de excelente qualidade fabricados por funcionários que padecem de alguma deficiencia e passam já à vários anos,  ou o Luppus, um jovem Romeno e sua filha, que um dia me apareceu no estúdio quase a súplicar para o deixar trabalhar, que limpava as vidraças a troco do que lhe quisessem oferecer, e desde então tem voltado da zona de Aveiro para aqui, de tempos em tempos, a fazer por aqui a sua volta.

 

Não faz parte do meu feitio andar a bater no peito divulgando as esmolas (passe a expressão) que dou. A questão é que, aversão mesmo, tenho quando me oferecem autocolantes...

 

Agora vou alí ver o que o Borda de Água me reserva para 2010, e já venho.

PS: Parece que as luas não foram as certas nos dias de jogo da nossa Selecção, e então não vamos ao Mundial 2010. ;-) O Queiroz é que devia consultar este almanaque.

por MrCosmos | link do post

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.