A França já repatriou desde o início deste ano mais de 8000 ciganos, oriundos da Roménia e Bulgária (link).

Se por um lado o livre trânsito entre países membros é garantido pela União Europeia, por outro uma das condições para que isso se verifique é a de que tais residentes têm de dar mostras de que trabalham, ou que possuem recursos suficientes para não virem a tornar-se uma carga social no país de acolhimento.

 

A polémica está instalada, mas sendo este um problema cujo foco está direccionado para "la grande mère Francesa", está a ser tratado com pinças pela UE .

Ciganices, xenofobia, ou legítimas questões?

A comparação e crítica à Sarkozy, como um pequeno Hitler dos tempos modernos, começa a ser inevitável. E as mostras de fragilidade do sistema europeu, também.

 

Foto: AFP

PC

por MrCosmos | link do post
etiquetas: ,

Parabéns pelo post que é de muita actualidade.

Eu acho que é um absurdo comparar Salazar ( lapsus Hitler ) com Sarkozy.

As imagens circulam tal como os textos. Não existe censura.

Não vivemos, em França, debaixo do Fascismo nem do Nazismo !

Existe uma certa confusão entre o que são ciganos, intenerantes e "roms".

Os "roms" não se sabe muito bem quem são. Eu, pelo menos ainda não sei bem

O estado Francês expulsou, contra contra-partida financeira, cerca de 2000 "roms " vindos da Bulgária e da Roménia.

Esses não vão ir para campos de exterminação.

A comparação acaba aqui entre Salazar-Hitler e Sarkozy.

Em contrapartida, podemos e devemos nos levantar perguntas quanto à forma de expulsão : Porque é que as mães, pais e filhos foram separados. Isso é não aceitável.

Porque é que Sarkozy estigmatizou uma étnia especificamente ?

Não eram 2000 roms que incomodavam !

Porquê a busca dum Bode Expiatório ?

Aí as perguntas pedem respostas concretas que nos reenviam para a memória !

Efectivamente, porquê a busca dum Bode Expiatório ?

A resposta fica para pensar.

Desde há muito que a UE não funciona. Não funciona porque não é uma federação e que o parlamento europeu não tem qualquer poder.

Para isso muito contribui a colónia dos usa, estou a falar da Inglaterra e do escravo desta : Portugal.

Nuno



PortoMaravilha a 9 de Setembro de 2010 às 22:47
Nuno,
Penso que nem vale a pena justificar a metáfora comparativa que utilizei no texto porque tu próprio acabas por mencionar o espírito da mesma quando dizes:
"Aí as perguntas pedem respostas concretas que nos reenviam para a memória !"

Já agora ajuda um pouco a desvanecer esta confusão, pois eu confesso que fiquei confuso com os Ciganos intenerantes e "roms"...

Quando puderes.

Ab.
PC

MrCosmos a 13 de Setembro de 2010 às 13:20
Pois eu também continuo confuso.

Há ciganos que não se dizem roms , outros sim.

Há ciganos que não se reclamam da Europa Central.

Há ciganos que se reclamam sedentários porque há séculos que vivem em França ou na Península Ibérica.

Há também muitos intenerantes que nada tem a ver com a língua e a cultura rom.

E porque é que alguns escrevem rom com dois r e outros só com um, também não sei.

Não sei responder. Mas vou tentar pesquisar.

O que é certo é que houve uma estigmatização duma população e isso não é aceitável.

Uma das raras obras a tomar a defesa dos ciganos é o álbum de Tintin "As jóias da Castafiore" .

Nuno
PortoMaravilha a 13 de Setembro de 2010 às 21:56
Ótimo post. Atitudes preconceituosas devem ser sempre lembradas e repudiadas.

Abraço,

João Paulo
João Paulo a 11 de Setembro de 2010 às 22:47
A expulsão dos roms e não dos ciganos não é vergonhosa. É pura e simplesmente ilegal perante o direito de circulação que existe no âmbito da UE.

Grande parte dos roms chegaram da Itália. A mecanização da agricultura Italiana levou-os até o desemprego e chegaram a França.

O texto do ministério Francês, dizendo respeito à expulsão dos roms, não é conforme às leis da UE.

Segundo o diário "Le Monde", não se percebe muito bem porque é que a França gastou 18 milhões ( ajudas ao regresso, etc.) de euros com a expulsão dos roms, para a Bulgária e, sobretudo, Roménia. E que talvez esses mesmos milhões fossem melhor aplicados na integração e formação dos roms na sociedade Francesa.

Algo que se fez, por exemplo, com os imigrantes Portugueses num passado recente.

Repito : A designação, consciente ou inconsciente, dum bode expiatório não é uma resposta adequada para explicar os males que atravessa a sociedade Francesa que, graças aos vestígios da herança do seu serviço público, resiste melhor que os seus parceiros europeus à crise.

A designação dum bode expiatório reenvia para uma história recente cheia de animalidade.

Se é verdade que a França não pode acolher toda a miséria do mundo, também não deixa de ser verdade que o governo da França pode politicamente influir na política Europeia, para tentar mudar as escolhas económicas e políticas do globo.

Sarkozy, de origem Húngara, e sua esposa, de origem Italiana, optaram por uma França fechada politicamente sobre ela mesma. O que é contrário, exceptuando os anos que precedem a colaboração com o nazismo, à tradição Francesa desde a declaração dos Direitos do Homem.

Nuno







PortoMaravilha a 14 de Setembro de 2010 às 20:45

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.