Le drame du Heysel le 29 mai 1985 lors de la finale de la coupe des champions Liverpool-Juventus est la plus grande tragédie du football européen.

Trente neuf personnes sont mortes victimes des charges des supporteurs .

Thierry Terraube  témoigne : « Je suis tombé en essayant de relever mon voisin , un Italien avec qui j’avais fait connaissance dans le stade et qui venait de recevoir un projectile sur la tête. On m’a marché dessus. «

Pour Laurent Mauvignier , «  Le Heysel a tout à coup enlevé le filtre symbolique : La mort et la guerre ne se sont pas jouées dans une fiction acceptée par tous , mais dans les gradins de manière brutale . »

Il ne faut pas oublier non plus les 10 000 tifosi qui ,eux , avaient vu les cadavres eux qui sont descendus dans les rues de Turin fêter la victoire .

 

A lire :

Le Heysel une tragédie européenne , Jean Phillipe Leclaire, ed Calmann-Lévy

Dans la foule , Laurent Mauvignier , ed Minuit

 

Source : So Foot , Hors Série , Hiver 2010

Nuno

 

 

O drama do Heysel em 29 de Maio de 1985 , aquando da final da Taça dos Campões Europeus Liverpool –Juventus é a maior tragédia do futebol Europeu.

Trinta e nove pessoas morreram vítimas de cargas de adeptos .

Thierry Terraube testemunha : “ Caí tentando levantar o meu vizinho , um Italiano com quem fizera conhecimento no estádio e que acabara de ser atingido na cabeça por um projectil . Pisaram-me .”

Para Laurent Mauvignier “ O Heysel arrancou de repente o filtro simbólico : A morte e a guerra não se jogaram numa ficção aceite por todos , mas nas bancadas de maneira brutal.”

E talvez seja preciso não esquecer os 10 000 tifosi que tinham visto os mortos na televisão e que festejaram a vitória nas ruas de Turim.

 

A ler :

Le Heysel, une tragédie européenne , Jean Philippe Leclaire , ed  Calmann-Lévy

Dans la foule , Laurent Mauvignier , ed . Minuit

 

Fonte : So Foot , Hors Série , Hiver 2010

Nuno

 

O drama do Heysel em 29 de Maio de 1985 , aquando da final da

O drama do Heysel em 29 de Maio de 1985 , aquando da final da Taça dos Campões Europeus Liverpool –Juventus é a maior tragédia do futebol Europeu.

 

Trinta e nove pessoas morreram vítimas de cargas de adeptos .

 

Thierry Terraube testemunha : “ Cai tentando levantar o meu vizinho , um Italiano com quem fizera conhecimento no estádio e que acabara de ser atingido na cabeça por um projectil . Pisaram-se .”

 

Para Laurent Mauvignier “ O Heysel arrancou de repente o filtro simbólico : A morte e a guerra não se jogaram numa ficção aceite por todos , mas nas bancadas de maneira brutal .”

 

E talvez seja preciso não esquecer os 10 000 tifosi que tinham visto os mortos na televisão e que festejaram a vitória nas ruas de Turim.

 

A ler :

 

Le Heysel, une tragédie européenne , Jean Philippe Leclaire , ed  Calmann-Lévy

Dans la foule , Laurent Mauvignier , ed . Minuit

 

Fonte : So Foot , Hors Série , Hiver 2010

 

Nuno

 

Le drame du Heysel le 29 mai 1985 lors de la finale de la coupe des champions Liverpool-Juventus est la plus grande tragédie du football européen.

 

Trente neuf personnes sont mortes victimes des charges des supporteurs .

 

Thierry Terraube  témoigne : « Je suis tombé en essayant de relever mon voisin , un Italien avec qui j’avais fait connaissance dans le stade et qui venait de recevoir un projectile sur la tête. On m’a marché dessus. «

 

Pour Laurent Mauvignier , «  Le Heysel a tout à coup enlevé le filtre symbolique : La mort et la guerre ne se sont pas jouées dans une fiction acceptée par tous , mais dans les gradins de manière brutale . »

 

Il ne faut pas oublier non plus les 10 000 tifosi qui ,eux , avaient vu les cadavres eu qui sont descendus dans les rues de Turin fêter la victoire « .

 

A lire :

 

Le Heysel une tragédie européenne , Jean Phillipe Leclaire, ed Calmann-Lévy

Dans la foule , Laurent Mauvignier , ed Minuit

 

Source : So Foot , Hors Série , Hiver 2010

 

Nuno

por PortoMaravilha | link do post
música: Cap. 9 - Futebol: uma arena de morte?
Eu só faria 10 anos em Agosto desse ano, mas tal tragédia que inundou noticiários, permaneceria tal e qual forte, como outras de relevância: Queda do Muro de Berlim, o "bochechas" Mário soares , Incêndio do Chiado em Lisboa, a assinar a adesão a CEE, o Calcanhar de Madger, e o CANECO, etc, etc... Das mais vastas, e que não esquecem nem as memórias de tenra idade.

O caso de Heysel, ficaria registado pelos piores dos motivos, possíveis no futebol.
Inglaterra teve de emendar a mão, e obteve resultados. O resto da Europa foi andando, hoje atinge picos de violência inadmissíveis.

França tem dos casos mais actuais em gravidade, mas é um eco das demais ligas europeias, nem precisamos de sair aqui da parvónia. Pergunta-se: O Futebol, é uma arena de morte? (cada vez mais, provavelmente).

Bom fim de semana.
PS: E para a 1ª liga lusa, um bom final de campeonato nesta última jornada, se é que assim se pode (um bom campeonato) considerar.
MrCosmos a 8 de Maio de 2010 às 08:45

Eu assisti ao jogo em directo via tv. A perguntava que se levantava era : Deve o jogo ter lugar ou não. Penso que se o jogo não tivesse tido lugar ( e demorou a entrada das equipas ) teria sido muito muito pior. Toda a gente pensa que a polícia belga actuou muito bem , impedindo que o relvado se transformasse num campo de batalha. E talvez houvessem muitos mais mortos ( mas um só já é demais ) .

O que é mais estranho é que nos agressores não havia pessoas com cadastro ( só três ) do lado de Liverpool .

Deploráveis são as atitudes de Platini quer durante e após o jogo no tempo . Como conseguiu festejar de forma exuberante um golo marcado de penalti sabendo o que se tinha passado ? É uma pergunta que lhe fazem os dois autores que cito no post. Também a conhecida escritora Marguerite Duras lhe fará a mesma pergunta. Nunca Platini responderá , limitando-se a afirmar que tinha feito um mau jogo.

Efectivamente, a França tem tido enormes problemas de violência no futebol e,sobretudo, no psg. Não só este clube , devido à linchagem dum adepto e outros saques / 15 companhias da guarda republicana para protegerem as cidades onde o clube de Pauleta jogava, foi obrigado a jogar vários jogos à porta fechada ( curiosamente ganhou sempre ), como te trago aqui , em primeira mão : Para evitar a dissolução do psg , pedida pela esmagadora dos Franceses, a direcção do psg , hoje noticiado no diário "Le Parisien ", promete abolir os kops , aumentar os preços dos bilhetes , criar um espaço família e, sobretudo, mais interessante : Todo o espectador terá que mostrar uma peça de identidade que corresponderá ao nº do seu bilhete. Veremos se estas medidas serão cumpridas.

Fascismo ? Claro que não ! Ninguém é obrigado a ir ver um jogo de futebol.

Outros aspectos que mostram que o futebol em França está a perder terreno. O projecto dum grande estádio para Lyon caducou. A renovação do estádio de Saint Etienne ( em vista da organização do campeonato da Europa ) baixará para 39 000 lugares. Saint Etienne , cidade rainha do futebol em França . Ora 39 000 lugares correspondem grosso modo a metade do estádio da Luz. E sabendo-se que a França tem 7 vezes mais mais habitantes que Portugal ... É dizer. E , com efeito, exceptuando o "Stade de France ", mas esse é para o rugbi, a maior parte dos estádios Franceses terão uma capacidade bem inferior à do estádio do Dragão .

E eu pergunto : Quem quer matar o futebol ?

Nuno
"Casa arrombada, trancas a porta".
Pelo menos começam a tomar medidas, irão a tempo?
MrCosmos a 10 de Maio de 2010 às 11:56
Acho que até valia um post !

Platini declara hoje sem qualquer pudor ( o homem deve ter tropeçado num degrau qualquer da evolução da humanidade ) que os jornalistas iam mais às putas que os jogadores de futebol.

A entrevista está no Journal du Dimanche de hoje . Isto a propósito de internacionais ( futebol ) Franceses que pagaram para ter sexo com menores.

Como quanto à sua prestação no Heysel , Platini é uma cópia triste dum palhaço.

As suas declarações pensadas ou não ou procuram descriditar o trabalho dos jornalistas ou são dignas dum chimpanzé

Nuno
PortoMaravilha a 9 de Maio de 2010 às 22:57

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.