Se Nuno nos recordou no post de ontem, uma das facetas relacionadas com o dilema levantado num frente a frente »da Sétima vs a Nona Arte« (Cinema vs BD), eu aproveitava a deixa para me concentrar no confronto geracional existente dentro da própria Sétima arte presente em Alice no País das Maravilhas .
Trocando por miúdos, e para os mais distraídos, no fundo "Alice in Wonderland" é uma película, tão antiga como desde 1903, tendo conhecido bons toques e "arranjos de maquilhagem cosmética", adaptando e atravessando vários formatos transversais à era dos filmes aqui apresentados por:

(1) - "silenciosos" (sem qualquer dialogo nem banda sonora), (2) - passando pelos "filmes mudos" (sem dialogos, mas com banda sonora à acompanhar), (3) - entrando na "era do sincronismo sonoro P&B" (com voz, diálogos/narração, à preto e branco) , (4) - cavalgando pela "era das cores".

 

Revisitando o tema, assim de repente, diria que este filme acabou por isso sendo transversal à todo o século 20,  conhecendo grandes lançamentos nos anos de 1903, 1915, 1933, 1951, 1976, 1985, e 1999. 
Pelo que, nem o Grande Mestre em clichés, do "vira o disco e toca o mesmo": James Cameron, com seus 3D's acompanhado de mil e uma mariquices de efeitos especiais, conseguiria trazer à velha estória, neste momento, grande coisa de novo...

 

O que aguardar então desta 1ª "grande versão" séc. XXI?

 

Acho que será a mesma mágia de sempre!

Para que não restem dúvidas, e o agora aqui citado não passe por mero "31"de boca :-) , será precisamente essa umas das próximas etiquetas em exibição alí ao lado, na COSMéTICAS tv. Alice in Wonderland. A não perder: os desenvolvimentos em cartaz.

 

Watch live streaming video from COSMéTICAS tv at livestream.com

Post que pode, e deve ser lido, como continuação "deste" e  "deste".


PC Jerónimo da Silva

por MrCosmos | link do post
Eu quando li a obra não gostei . Era pequeno e acho que a obra é mesmo para adultos.

Gostei muito das imagens e da transmissão simbólica que aqui apresentas GrandeChefeApache.

Penso até que são incomodativas para quem não saiba o que é um coelho e a relação que este pode ter , consciente ou inconscientemente, com o simbolismo , a sexualidade dos coelhos.

Observei e estudei durante oito anos o comportamento dos coelhos.

Para mim , esse estudo foi uma enorme estalada. Até porque o considerava um bichinho de brincar.

A imagem do coelho sempre esteve ligada à sexualidade pelos humanos, ou seja eu, tu e nós ( falo no mundo Ocidental ) , a partir da Idade Média.

Não será um acaso se um dia um rei Francês , decidiu para que não houvessem confusões , entre con ( sexo feminino ) e a palavra latina derivada de coelho , criar uma nova palavra : Lapin. Reparem que esta em nada corresponde à das outras línguas latinas.

Os coelhos são os únicos mamíferos que se reproduzem sem cessar porque para eles é a única maneira de preservar a espécie. O coelho é o único mamifero que não tem defesas de ataque perante um predador. E desenvolveu também a memória para conservar a espécie.

Talvez aqui regresse com vídeos meus sobre essa problemática da memória junto dos coelhos.

O filme é bom porque nos mergulha nessa transmissão. A Bd é ainda melhor porque nos permite voltar páginas e apreciar as imagens em função da claridade da luz do sol .

Nuno

PortoMaravilha a 25 de Março de 2010 às 21:55
@firmativo, Nuno.
Alice no pais das maravilhas é maçador para as camadas infantis/juvenis.
Provei o mesmo disabor quando conheci (primeiro a série em desenhos animados, depois ainda desfolhei em BD, mas não me cativou, desisti sem acabr o livro...

Mas pelo que me recordo, das personagens, O coelho, o "humpti dampti" (não sei comno se escreve, apenas recordo a fonia do nome) que vive e passa a vida para tras e para a frente no topo do muro (muralha?), a Rainha de Copas (?), e a própria Alice. Agora em idade adulta, será sem duvida com outro prazer e deleite que os irei revisitar e tentar interpretar as mensagens subliminares ou intrínsecas, do filme!

Daí a sua magia, e intemporal-idade. Deparamo-nos com a obra, nas varias faxas etárias da nossa vida. Isso é bom!
MrCosmos a 26 de Março de 2010 às 10:59
Tenho tido "ecos" muito positivos do teu post. Parabéns !

Fico curioso em saber em que Bd leste "Alice no país das Maravilhas" .

Reproduções do desenho animado da Disney ?

Exceptuando a Bd que cito no meu último post ( e que está longe de ser traduzida em Português , espero enganar-me ) , não conheço outra.

Mas também não sei tudo.

Nuno
Pois muito provavelmente tuas duvidas terão boa razão de ser, e esu estarei a fazer confusão com algum livro sobre o tema, (será?) ou pura e simplesmente´apenas assisti aos desenhos animados, e minhas recordações de infância com várias BD's pelo meio, me atraiçoam as lembranças... Srá o mais certo.

MrCosmos a 27 de Março de 2010 às 23:43
Penso que é sem dúvidas um dos melhores posts do Cosmeticas.

Hoje à tarde , após o almoço , estive a comentá-lo com colegas.

Ficou uma dúvida : Paulo a versão que apresentas é de 1903 ou de 1915 ?

Nuno
PortoMaravilha a 16 de Abril de 2010 às 21:24
Nuno.
estarei a "citar de cor", mas a menos que os resultados de minha primeira pesquisa, pela altura deste post, e quando pensei em me meter neste desafio do Wonderland" (penso que irei trabalha-lo e apresenta-lo concluído, entre esta semana que entra e a próxima) esta versão que aqui aparece será a de 1915, que já incluiu essa banda sonora que se pode ouvir e "ritmando" assim "oficialmente" a história.

A versão de 1903 foi, pelo visto, a primeira de todas, e completamente muda: Só imagem, com titulos. Os dados que tenho, numa primeira pesquisa, apontam o lançamento de 1903 como o primeiro grande lançamento/sucesso, mas esta informação carece de melhores fontes do que as que possuo no momento, inclusive, se entre esta versão de 1903, e a presente neste post de 1915, se a primeira, muda, ainda conheceu a fase dos filmes mudos em que existia depois em cada local de exibição um "simples organista" ou "mini orquestra" que tocavam "ao vivo" de forma avulsa, e mais ou menos à sua própria consideração do que viam no filme, vários temas musicais a acompanhar as películas mudas em tela.

Isto parece que foi uma experiência, no tempo dos mudos, a vários níveis única, pois, podia-se assistir a mesma película, mais que uma vez , e, conforme o sitio onde era exibida, e as escolhas musicais do "Maestro" de serviço que teria a sua própria banda sonora para aquele filme, diferente do maestro vizinho onde o mesmo filme seria também exibido, a emoção e a forma como se sentia o mesmo filme podia variar em função do "toque do maestro em questão...

Talvez esta explicação agora esteja confusa, estou a trabalhar no assunto, e quando o der por concluído, terei mais bases sólidas para apresentar, do que por agora. "O prometido é devido, canta o grande R. Veloso: http://www.youtube.com/watch?v=BAFAlAEhuV8

Abração, e Continuação de BFS!
MrCosmos a 17 de Abril de 2010 às 17:54

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.