Iniciaram este domingo, oficialmente, as comemorações do centenário da instauração do regime republicano em Portugal, cujo mote foi a evocação a uma anterior tentativa, à de 5 de Outubro de 1910, mal sucedida e decorrida na cidade do Porto à 31 de Janeiro de 1891.

 

E continua a fazer confusão a muito boa gente, a denotada capacidade de branqueamento, a curta memória, e o "estar-se nas tintas", de um povo, subjugado que foi a um novo regime sob golpe de estado - imposto mediante actos extremistas e de acção terrorista.

 

E assim se veste de gala um país alegremente, cobertos pela devida pompa e circunstância que se requerem - e perdoe-se-me a inconveniência de dizê-lo - para comemoração de um dos actos que ficou marcado perante o restante mundo que assistiu, se não dos mais vergonhosos, pelo menos dos mais confrangedores... [link]

por MrCosmos | link do post
Viva a República !

Eu nasci na Constituição no Porto. Quantas cidades têm ruas com esse nome ?

Grandes avanços foram feitos pela terceira República da Europa a ver o dia , após a França e a Suiça.

Numa Europa onde se prefigurava o fascismo e o Nazismo, a primeira república Portuguesa não podia ser apoiada.

Quem não se lembra que Portugal era uma colónia da monarquia Inglesa ?

Quem não se lembra das instituições onde havia o retrato de Salazar e o retrato da raínha de Inglaterra lado a lado ?

O que é certo e incontestável : A Monarquia é incompatível com o primeiro artigo da declaração dos direitos do homem : Todos os homens nascem livres e iguais EM DIREITO !

E quem é a favor da conseguinidade ?

Liberdade, Igualdade , Fraternidade ! Eis uma devisa repúblicana que continua a incomodar muita gente.

Nuno





PortoMaravilha a 31 de Janeiro de 2010 às 23:26
"Liberdade, Igualdade , Fraternidade"

Eu não sou "pró" coisa nenhuma. Nem pró -Monarquico, nem pró-Republicano.
Reconheço defeitos e virtudes nos dois sistemas.
Mas quanto a esse lema "Liberdade, Igualdade , Fraternidade", alegadamente Republicano, não deixa de ser paradoxo que só praticamente os últimos 30 de 100 anos de Republica é que tenham conhecido a tal liberdade, e que para tal, tenha sido necessária uma outra revolução. Menos mal que desta vez foram só cravos.

Liberdade o tanas!!
MrCosmos a 1 de Fevereiro de 2010 às 09:24
O programa "Opinião Pública" da SIC, esta neste momento a discutir esta temática.
Afinal há mais gente com memória...

Diz, entre outras coisas, o publico interveniente, para já todos eles com mais de 55 anos: "Mas estamos a comemorar o que? Devia-mos estar era de luto..."
MrCosmos a 1 de Fevereiro de 2010 às 11:34
Liberté , Egalité , Fraternité é a devisa que está escrita nos frontões de todas as Câmeras Municipais de França.

Esta devisa, não se apoiando no direito do sangue, conseguiu integrar milhões de imigrantes . A começar pelos portugueses. Quantos ? 3 , 4 milhões ? Quando se pensa que esta começa logo após a 1ª guerra mundial...

Não me parece honesto integrar os 50 anos ou quase de fascismo na história da república. O fascismo destruirá ( e sobretudo a corrente integralismo lusitano ) todas as conquistas da 1ª republica .

A separação entre estado e igreja , a vontade de alfabetizar o povo português , o direito à educação ... serão ideias que serão banidas pelo Salazarismo que casará virtualmente com a dona raínha Inglesa.

Todavia, não deixa de ser curioso que são os republicanos que vão criar o mito da nação Portuguesa. Imitando os republicanos Franceses. Serão como estes Jacobinistas. Ideia que o fascismo retomará.

Já tinha deixado um ligeiro apercebido no blog "geração rasca" . 1,5 milhões na idade média cujo o objectico é mesmo ir passear e comerciar. A nação que se lixe porque ninguém sabe o que é . Já a terra : A minha terra não é o país.

Estou a derivar : Uma tv convida quem quer ! E os Portugueses adoram falar . Falam de tudo e de nada.

Mas as estatísticas são sem piedade : Qual a taxa de mortalidade infantil actualmente ?

Uma das mais baixas do mundo ! Bravo !

Veja-se que em 1972 rondavam os 20 por cento. Basta consultar os arquivos.

Está tudo dito !

Poderiamos também acrescentar que os emigrantes que chegam a França, todos os dias , sabem ler e escrever. Não era o caso nos anos 1970.

Agora, não sei se vou dizer besteira : Os Portugueses confundem democracia e liberdade.

Mas foram 50 anos de lavagem de cerebro !

Nuno

PortoMaravilha a 1 de Fevereiro de 2010 às 22:51

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.