Bon Peuple Portugais«

 

Le régime fasciste Salazariste a été un des plus pervers de l’histoire contemporaine de l’Europe.  Il voulait laisser le peuple Portugais dans l’ignorance et dans l’analphabétisme.


Un peuple ignorant est un peuple obéissant. Et la censure ne laissait rien filtrer.

Le document ci-contre est  un exemple de la censure de l’époque. L’article censuré s’était contenté de citer une enquête de l’Unesco  qui montrait qu’ en 1961 , 44 % des Portugais étaient  analphabètes. Une honte ignoble qui ne pouvait pas être donnée à lire à ceux qui savaient lire.


Source : Jornal do Fundão, 1 Out  2009 / publication d’archives.


 [clicar para ampliar]

 

O Salazarismo foi um dos sistemas mais perversos da história moderna da Europa.

Um povo ignorante é um povo obediente.

E a censura não deixava passar nada como o mostra a peça , o arquivo histórico , aqui representada. Em 1961, metade da população era analfabeta. Nem vale a pena estar aqui a comparar esta taxa com a dos países vizinhos.

 

 

E Viva o Porto !

por PortoMaravilha | link do post
O tema que o Portomaravilha aqui nos traz, O Bom Povo Portugês, trata-se (também) de um Filme cujo trailer em video aqui disponibiliza-mos.

Segundo a wikipédia (Coisa para turista ler, segundo PM :-) :

"Bom Povo Português é um filme português de Rui Simões, um documentário histórico de longa-metragem que descreve a situação social e política de Portugal entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, «tal como ela foi sentida pela equipa que, ao longo deste processo, foi ao mesmo tempo espectador, actor, participante, mas que, sobretudo, se encontrava totalmente comprometida com o processo revolucionário em curso (PREC)». mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/Bom_Povo_Portugu%C3%AAs
MrCosmos a 27 de Novembro de 2009 às 11:33
Interessante o artigo da des-Wikipédia .

Gostaria saber o que é que a adaptação do livro de V. Ferreira, "Manhã submersa" ao cinema tem a haver com "Bom povo Português".

O processo de filmar não é o mesmo , etc , etc,

E Viva o Porto !
PortoMaravilha a 27 de Novembro de 2009 às 19:39
A ideia de fazer este post ocorreu-me quando recebi ontem um link para um vídeo que mostra entrevistas a jovens portugueses e a menos jovens sobre quem foi Salazar, o que foi o 25 de Abril.

As respostas são tão anedóticas que nem sei se se trata dum vídeo anedótico. ´

Ninguem sabe pelos vistos o que foi o Fascismo. E se os Portugueses elegeram Salazar como o maior Português do século XX como é dito na tela (não sei é verdade ) então há realmente um problema de memória na sociedade Portuguesa.

Sabem que caiu da cadeira , mas não sabem que mandou descer a bandeira em sinal de luto, aquando da morte de Hitler.

De qualquer, ainda hoje, parece-me, Portugal está a pagar o fruto dessa vontade de manter o povo na mais total ignorância. Foram 50 anos de atraso de vida sem contar a repressão etc.

Como eu escrevi a censura cortava tudo. Até Camões teve direito a tal privilégio.

Depois escolhi o título Bom Povo Português porque reenvia para o filme que aqui foi difundido ( até na tv ) com o título Bon peuple portugais.

Quanto à wikipédia, Mister, continuo na minha. Tem informações . Algumas válidas outras completamente disparatadas. Sem contar que os administradores só deixam publicar o que querem.

E Viva o Porto !
PortoMaravilha a 27 de Novembro de 2009 às 14:48
@Portomaravilha,

Sobre a figura de Salazar, talvez porque não vivi sob sua mão ditadora, sou um que não deu para o peditório que o elegeu como O Maior Português de sempre, realidade que sucedeu, em concurso promovido pela RTP.
Mas se aquele cesto de peditório me passa-se a frente, depois de D.João II, para mim o maior governante e estratega de sempre em Portugal, e no mundo à sua época, votava no Salazar.

A que saber fazer a leitura daquele voto, e tirando o derby em que se tornou aquele concurso, um Salazar vs A. Cunhal, O que os portuguese que participaram, em meu entender disseram, é que não obstante a rigidez, ignorância submetida, pobreza, colagem a hitler e mussolini (ou lá como esse nome se escreve) , tudo coisas desprezivéis que salazar teve, o ditador português fez prosperar o pais, dava-mos abada à Espanha nesse aspecto, compare-se hoje... Salazar secalhar foi o governante que Portugal precissou em determinada altura, "Rato de área" deu-se com Deus e o diabo na 2ª grande Guerra, poupando em parte o país a esse flage-lo. O problema foi que o seu regime perdurou tempo demais, e depois vieram para aqui uns libertinos valentes, que fazem deste portugal, o portugal de hoje.... enfim... pseudo democrático, mais não passa de um país de chulos, a demonstração do que o socialismo tem de pior...

Sobre o Maior português e como dizia por aqui nos comentários, aquando dos 40 anos da "queda da cadeira": http://geracaorasca.blogs.sapo.pt/33831.html continuo na minha: Portugal ainda não tem a distância necessária dos acontecimentos para reconhecer o bem que Salazar fez ao país. Ainda sofremos na pele o Mal que ele nós causou, e isso sobrepõe-se, mas comparando os dias de liberdade/libertinagem que vivemos à escala de seus governantes políticos, e o governo de um homem que morreu na miséria, em prol do seu país, votava nele como maior portugês de sempre, seguido de D. João II. segue o link aí em cima e assiste a tese de defesa apresentada, uma entre muitas, as quais nem por isso digo amén.

PS: O Marques de Pombal também foi um tirano nada bem aceite pelas gerações seguintes. Hoje tem o estatuto que tem. Salazar actualmente só tem o estatuto que o lobie (vergonhoso) esquerdista deste país, lhe deixa ter.
MrCosmos a 28 de Novembro de 2009 às 13:35
Tadinho do Dotorjinho Xalajar! Tam bonjinho pá genti, quinté daba fériax fixes a algunxe ein Cabo Berde, naquele xoljinho bom e cum bolinhox e xoclate! Tão bonjinho! Hi! Caté daba migalhinhax aox noxos pretinhox e mandaba destriuri queimare ax cubatax por xerem belhax, pra conxtruiri cajax nobas... E habia genti cumos da CUF e amiguinhox do pobo português que ofreciam enxobais aox pobrejinhos isplorados, feitos com tanta caridade plas xenhoras bruguejas cus maridox isplorabam exis! E que cando xe daba uma grojeta à pulixia ela já nam bia nada, quer djer, bia xó a grujeta! E grujeitas groxas abia muitax, axim cumo muntax cunhajinhax boax! E Portugal era rico, xim xenhora, abia munta jenti a fajeri turismo por todojox paíjes plo mundo fora, e quelhex xamabam inmigrantex. Jente rica qui binha a Portugal cheiinha de milho bõi!

Toninho que daba tanta caxtanha aox mau criadox que nam oibiam o quele djia, poix ele era o paijinho de todox e o xegundo abaxo da Xua Xantidade o Papa, xeija lobado. Tebe aquela coija de mandar ox biriatux dar pancada nox brumelhox da Ixpanha e fjje munta bãin, onde xe biu andar de brumelho nax ruax? Ax ruax xão auguma arena? Ora narena é que xe põi brumelho pró toiro cornudo! E bai mandou naquele dejobidiente do Mendex que andaba a fajer das dele mandando toda a Europa pra Lixboa, onda já xe biu, meter a Europa em Lixboa? E que diria o Pexoa xi fossi bibo e vixe aquela genti toda lá na xua audeia? E dix qijilaba ox mau badox que criam a dimocraxia, gandax ingnorantix! A propojto, aleguem xabe o qué ixo de dimocraxia-xia-xia?

Faxam já um di de friado naxional dax cadeirax de lona, com um bonecro do Xalajar ao lado de gatax e que todox poxam fajeire lá romaria e bejare o Grrrrandi Home que o mundo intero nox inbeja!
Bãi hajam!
Eunice a 28 de Novembro de 2009 às 19:19
@Eunice,
Parabéns, dominas a linguagem sms muito melhor que o diácono!
Não queres ocupar o lugar dele? Andamos desertinhos para o despedir, e depois seria uma honra contar-mos com tamanha distainção como a Eunice nesta galáxia! Fica o desafio.

Quanto ao assunto em epígrafe, Eunice, compare Salazar, à sua escala, ao seu tempo, ao seu "mundo", com os anteriores governantes de portugal, começando em D. Afonso Henriques e indo por aí fora... Quem cometeu as maiores babaries? quem foi melhor governante? ponderados prós e contras de cada um, Salazar é o pior, ou apenas o que ainda guardamos na memória mais recente?
MrCosmos a 29 de Novembro de 2009 às 12:36
Mr Cosmos obrigada.
Fico toda repimpada com o convite e os elogios (são demais)... entrei noutro Blog, Marcas d'água e nem colaboro, pois isto de estar aposentada dá mais trabalho do que trabalhar. E então para substituir o Sr Diácono?! Já lhe quer fechar a sacristia?
Prefiro deixar uns posts de vez em quando, irónicos ou sérios, se bem que o irónico não é brincadeira.

Salazar naquele tempo? Sim sim, foi o da minha infância e adolescência de fel. E não diga que sou centenária, pois ainda me faltam uns quarenta anos para isso!
Vou deixar ao Sr Maravilhas em que fala do F Pessoa hoje, um poema dele, isto é do Caeeiro..
E continue a cavar com a enxada bloguista boas culturas.
Até outro post.
Bem haja.
Eunice a 30 de Novembro de 2009 às 23:37
Parabéns Eunice !

Nunca te tinha visto escrever um texto assim em Português futurista !

Não queres começar de novo ?

Muito bom Senhora Doutora !

E Viva o Porto !
PortoMaravilha a 30 de Novembro de 2009 às 22:33
Ainda a verificar e observei ( não na wikipédia ) que os dois primeiros mais votados foram duas personagens que , no fundo , são a réplica , no jardim dos pequeninos, de Hitler e Estaline.

Não foi Cunhal quem disse , em 1975, salvo erro, que os Portugueses sendo essencialmente analfabetos não estavam prontos pra democracia ? No fundo o que dizia Salazar. Dá pra pensar se não eram a caricatura do pacto germano sovietico.

A corrupção e os assaltos eram prática corrente durante o fascismo. Os artigos censurados podem esclarecer este aspecto.

Mas a censura cortava tudo.

Salazar não salvou nada. Salvou talvez Portugal de ser Espanhol. Jogou com pau de dois bicos porque o deixaram jogar. Aliás , nem a Espanha nem Portugal interessavam a Hitler. Não por acaso que a ocupação nazi ( e não alemã ) pára em Lyon. Pára onde há industrias.

Salazar deixou o país com atraso colossal impedindo o investimento estrangeiro ou português. As tentativas de criar polos de industrias de lanificios , na Covilhâ, por exemplo, serão conseguidas muito dificilmente. Ver concentrações de mão de obra que é preciso qualificar e analfabetizar será vista com muito mau gosto pelo regime.

A initiativa privada não era simples.

E aí por diante, sem falar nos mortos nas colónias nem naqueles que atravessaram os Pirineus.

Sem falar na taxa de mortalidade infantil que rondava durante o fascismo os vinte por cento ( hoje é uma das mais baixas do mundo / Bravo Portugal ! ) . Uma coisa é certa : Actualmente quem quer emigrar já não precisa de dar o salto , nem prostituir a mulher, as filhas ou os filhos , nem deixar metada da sua foto à família e ao passador ou mafioso ou traficante de carne humana.

Ao não aceitar o Plan Marshall , Salazar impediu o desenvolvimento do pais e vemos onde se chegou. Já Franco se abriu totalmente aos investimentos estrangeiros. Seria outro debate.

O grande problema é que quem foi responsável de barbaridades não foi julgado.
E julgado perante um tribunal internacional.

Se não há memória em Portugal , essa responsabilidade incombe aos políticos, sejam eles de isto ou de aquilo.

Sem memória não ha futuro.

E a geração rasca é filha de quem pensa que está a fazer uma revolução, mas no fundo está é a fazer um grande carnaval. E porquê ? porque lhe faltam as bases teoricas, fruto de 50 anos de analfabetismo. Esta ideia não é minha é de Miguel Torga que curiosamente, apesar de ter sido Premio Internacional de poesia, é esquecido. Foi um grande anti-salazarista !

O que não deixa de ser curioso é que todas as grandes figuras portuguesas reconhecidas internacionalmente são anti fascistas.

Porque será ?

E Viva o Porto !

PortoMaravilha a 28 de Novembro de 2009 às 20:56
Insisto neste ponto:
-Daqui a 30/40 anos, Salazar ser´o mesmo tirano? E daqui a 100 anos? teremos um novo Marques de STA. Combadão?

Sobre o estado novo:
A mim ainda me custa, sinceramente, o modo como se perdeu a veia Monarquica deste país, mais de 700 anos de história e linhagem mereciam mais respeito.
Como se impos a Republica neste país? Com a morte, assasinato dos detentores da coroa Portuguesa. Ninguém contesta isto.

O Estado Novo e suas politicas ditadoras, tenho-as por desprezíveis, que nos atrasaram 30 anos em relação aos países desenvolvidos da europa, mas não me esqueço que aquela mão dura foi introduzida na tentativa de paragem da libertinagem Republicana que para o ano que vem comemora 100 anos.
Neste concreto, corcordo com a malta do blog 31daarmada. http://31daarmada.blogs.sapo.pt
MrCosmos a 29 de Novembro de 2009 às 12:49
Depois do post e dos comentários , dei por mim, mais uma vez a pensar largos minutos sobre todas estas questões.
Se cheguei a novas Conclusões?
Não sei, mas foi bom seguir o vosso raciocínio.
Gil Garcia a 29 de Novembro de 2009 às 12:16
Este período não foram só as manifestações que se mostram na peça. Que é bastante redutora tal como o artigo da wikipédia

Houve criações fantásticas em todos os campos. No que diz respeito ao grafismo, autênticas Bandas Desenhadas murais foram criadas. Lembro-me duma que cobria uma rua inteira , no Porto. Pode estar-se de acordo ou não com o conteúdo ( isso é outra história ) mas deve ter sido algo inédito no mundo.

Tudo isso foi apagado e ninguém se lembrou de fixar esse grafismo.

Algumas fotas ( sem qualquer nexo ) foram tiradas, constituindo-se um ou dois livros. E pouco ou nada mais.

Quem viu integralmente "Bom Povo Português " ?

Nuno



PortoMaravilha a 11 de Janeiro de 2010 às 23:23

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.