En octobre en 1969 eut lieu en Belgique ( du 24 au 28 ), à Amougies, un des plus grands festivals pop européens. Sinon le plus grand. Cinq jours de concert dignes de Woodstock. Ce festival a été un très grand mariage entre la musique pop et le jazz. Comme , sans doute, on en verra plus. Comme Woodstock, Amougies a été l'apologie de la non violence.

 

 

Em outubro de 1969 ( de 24 a 28 ) teve lugar , na Bélgica, um dos maiores festivais ( senão o maior ) europeus de música Pop. Cinco dias de concertos dignos de Woodstock. Aconteceu em Amougies.

 

Inicialmente, o festival estava previsto para ter lugar nos arredores de Paris ( Vincennes ). Mas o ministro do interior  Francês da época, Raymond Marcellin , após ter proíbido a manifestação do dia 1 de Maio, não via com agrado uma manifestação de cabeludos e outros “peace and love” às portas de Paris. O festival foi julgado indesejável em território Francês.

 

Os organizadores optam então por Amougies. Cidadezinha Belga fronteiriça.

Apesar do frio, da chuva e da lama, foram cinco dias fantásticos ! Os concertos, um após outro, deram-se debaixo duma tenda gigante ( acho que a palavra tenda é a mais apropriada ) que podia conter até 20 000 pessoas.  Não houve qualquer incidente. E saliento este aspecto !

 

Como Woodstock , Amougies foi o apogeu da não violência.

 

Amougies foi uma enorme festa de cinco dias onde milhares de participantes viram : Pink Floyd , Frank Zappa, Ten Years After , The Nice, Yes , … Mas também viram  e, isso, é muito importante recordar : Art Ensemble of Chicago, Archie Shepp, Sunny Murray , etc.. O blues Inglês , a música contemporanea e o rock alternativo ( o seu antepassado ) também foram do cartaz, mas em menor importância.

Um festival que foi um grande casamento entre a pop e o jazz . O que nunca tinha sido visto e que, certamente, nunca mais será visto.

 

Jérôme Laperroussaz , encarregado de filmar o festival , comenta bem o espírito da época : “Havia uma vontade de exploração, de  mistura. As pessoas não hesitavam em se questionarem a si próprias.“

 

 

Um festival onde os músicos vinham acordar os participantes nos seus sacos – camas.

Um festival onde os músicos , quando o “sono” ia abaixo, dançavam ou ensaiavam teatro …

Não vou continuar porque senão não sei como parar…

 

E Viva o Porto !

por PortoMaravilha | link do post
Fenomenal, post fantástico, até porque (um puto como eu) desconhecia tal festival.
Woodstock tem sido bastante badalado, mesmo entre as gerações mais novas, mas Amougies é desconhecido entre tantos...

Vários nomes que citas das participações nem precisam de apresentações: Pink Floid, Zappa, p. ex, são sobejamente conhecidos, mas outros, foram para mim uma agradavél surpresa, em particular Archie Shepp, a minha grande vênia!

"Não vou continuar porque senão não sei como parar…" - tu tás mas é maluco!! chuta mais sobre o assunto!!!
MrCosmos a 2 de Novembro de 2009 às 12:04
É verdade que foi algo fantástico ! No vídeo vê-se bem que se trata duma cidadezinha rural.

Não houve qualquer problema de violência ou de estragos. O que foi extraordinário . Se virem e ouvirem na vídeo , Amougies só tinha um guarda florestal. Quando lhe perguntam se havia problemas, este responde só de circulação. E até o padre se mostra aberto , abrindo os terrenos à roda da igreja para que os campistas possam dormir.

Só um Belga podia ter aceite a organização dum tal festival . Como diziam muito bem os primeiros criadores Belgas da Bd de humor " O Belga é incapaz de se pensar a sério " ( creio que os Portugueses pelo passado tiveram essa qualidade ( ?) mas que hoje a perderam / mas seria outro debate ).

A revista "Rock & Folk" nº 35 ( dez 69 ) cita uma habitante de Amougies que hospedou visitantes : " A "avó" que me hospedou atreveu-se a me dizer sinceramente o que ela pensava da juventude : Os jovens decepcionam-me, já não gostam de sopa".

Frank Zappa convidou-se durante vários dias com outros grupos. Foi assim que actuou com Archie Shapp.

Don Cherry que foi assistitr com a sua filha ( então de 5 anos ) Neneh conta : " Encontrávamos uma espécie de militantismo do imaginário que dava a pensar que tudo era possível.

Música, artes gráficas, política, artes plásticas, desenho , Bd ... tudo se misturava numa espécie de respeito sagrado.

Faço um pouco parte do fim dessa geração. E muito aprendi com ela.

Mas este militantismo do imaginário começava a ser perigoso . Houve como já contei o festival d'Altamont com os Stones em 6 de dez de 69 que fez mortos mortos. Foi o principio do fim. Paralelamente a tentava das organizações políticas, da extrema direita à extrema esquerda, em se apoderarem deste imaginário para o pôr ao serviço duma causa levaram a que o militantismo do imaginario se preferisse dissolver a vender a sua alma.

O imaginário, melhor dizendo a arte, nunca será propaganda ! No dia em que o for morrerá.

Todavia, acho que algo ficou. Talvez seja por isso que a juventude é capaz de se mobilizar massivamente por causas humanitárias, re-ligando com o imaginário e o poder da flor, mesmo se há quem diga ( para a recuperar ? ) que ela é egoista.

E Viva o Porto !

PortoMaravilha a 2 de Novembro de 2009 às 21:23
There are so many aspects to this, and you have opened up another train of thought for me to examine. Thank you for your insight.
thl phones a 10 de Junho de 2014 às 04:40
this is very useful to me,I totally agree with your point, you are a good writer, may I ask you to write something for my no matter you take it or not, thank you for your post.
toy wholesalers a 20 de Maio de 2015 às 04:57
this is very useful to me,I totally agree with your point, you are a good writer, may I ask you to write something for my no matter you take it or not, thank you for your post.
led halloween lights a 20 de Maio de 2015 às 05:01
this is very useful to me,I totally agree with your point, you are a good writer, may I ask you to write something for my no matter you take it or not, thank you for your post.
wholesale toys china a 20 de Maio de 2015 às 07:10

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.