O gesto do Jornalista que se despede diariamente no serão dos portugueses com um piscar de olho malandreco nunca mais será o mesmo.

Com aquele piscar de olho do José ao terminar os telejornais, os portugueses passarão a lembrar-se: "Olha-me este, que diz que Cristo não era Cristão" - como se alguém pudesse nascer conotado com uma filosofia que só na idade adulta viria a lançar ou divulgar.

Ou como se fosse alguma novidade que Jesus era Judeu, segundo as suas raízes de linhagem e conforme a "profecia do prometido salvador dos judeus"...

Ou ainda, como se o cristianismo não passasse a ser alicerçado e difundido enquanto filosofia universalmente reconhecida, sobretudo, somente a partir do Século II depois de Cristo, com a Fundação da Igreja Católica.

 

A segunda acusação que fez furor por estes dias com a divulgação do novo romance de José Rodrigues dos Santos, "O Último Segredo", passa por por a nu a realidade de que a "Virgem Maria" não é merecedora do título.

Será evidente a reacção hostil de um comum católico que seja confrontado com esta verdade bíblica, a de que segundo as evidencias do novo testamento, Maria de Nazaré, tendo sido concebido seu primeiro filho enquanto rapariga virgem, "por obra e graça do Espírito Santo" ,  que a mesma perderia essa condição no seu casamento com José, sendo inclusive  descriminados vários nomes dos filhos que o casal veio a ter, "Irmãos mais novos de Jesus".

 

O que não havia necessidade, digo eu... era do JRS querer buscar publicidade gratuita desta forma baixa, que tal como dizia de José Saramago, e tratando-se de escritores com créditos reconhecidos, dispensavam-se de piscares de olhos provocadores à Igreja, não?

Pois agora, ó José, tu que pensas ter redescoberto a fórmula da pólvora para o sucesso literário, deixo-te aqui mais estas dicas de outros bons dogmas católicos facilmente desmontados pelo próprio relato bíblico, para que possas fundamentar novos enredos das tuas futuras "estórias":

 

  1. O Dogma da Santíssima Trindade
  2. O da Imortalidade da Alma
  3. O do Inferno
  4. O do dia Natal
  5. O da Proibição da Carne na Quaresma
  6. O da Cruz (Jesus foi pregado numa estaca ou tronco direito)
  7. O do Celibato
  8. O da Confissão
  9. O da devoção a Santos
  10. e assim de repente fico-me por estes, tendo em conta que os dou de graça...

Paulo Jerónimo

por MrCosmos | link do post
Não vou evocar a piscadela. Nunca vi um jornalista fazer tal coisa. Pelo menos num canal sério.
Os homens modernos entraram na Europa há 45 000 anos. A escrita só aparece, mais ou menos, no quarto milénio AC. Isto pra nós ocidentais porque há quem não tenha a mesma contabilidade.
Acho um belo post Grande Chefe Apache. O que existe nos relatos bíblicos ( há muitas traduções) são parábolas, metáforas, etc. que nem sempre são fácil de analisar. Procurar o escandalo pelo escandalo é ridiculo.

(Tal não foi o caso de Saramago, quanto a mim. Acho que em Saramago havia um projecto político. Podemos discordar, mas existia. Já discutir da virgindade da virgem não sei bem ao que leva...)
Achei piada a confusão entre M. Sousa Tavares, Saramago ( esse sim é um escritor), Paulo Coelho, etc. Uma espécie de entra tudo e ainda mais alguma coisa.

Nuno
PortoMaravilha a 27 de Novembro de 2011 às 17:25

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.