Se em 1610 o Sport Lisboa e Benfica já existisse, certamente que o clube mais grande do mundo também estaria incluído no livro de Frei Nicolau de Oliveira, tamanha que é a grandeza da fanfarronice a que nos habituaram pelos vários meios de propaganda, como o agora presente delírio por conseguirem um empate (imagine-se!) contra, segundo J. Jesus, uma das 3 melhores equipas do mundo na atualidade: o "Manster Unaite" B.

 

Porra, que é grande!

E são as variáveis das ordens de grandeza.

por MrCosmos | link do post
Os Lisboetas e as manias da grandeza não datam de ontem... pelo visto!

Desconhecia este autor: Obrigado.

Nuno

PortoMaravilha a 17 de Setembro de 2011 às 20:40
Em dia de jogo do FCP vs SLB recupero as palavras de um Sportinguista.

"Porque o Porto não é um adversário. É, com a bonomia e ausência de ódio que o futebol exige, o que de mais próximo há de um inimigo. Contra o Benfica move-nos o futebol. Contra o Porto move-nos a civilização contra a barbárie. Os portistas não são nem melhores nem piores do que os outros. Mas a sua direcção é de natureza diferente. Move-se pelo tráfico de influências, a batota e métodos inaceitáveis num Estado de Direito. Baseia a sua paixão num bairrismo provinciano, que se mistura facilmente com o ressentimento contra Lisboa." Daniel Oliveira, 5 Novembro 2011

Tenho pena que um amigo como o Paulo escreva um post desde teor e que alguém que gosto de ler neste blog tenha um comentário como anterior. :)
A praxe perguntar aos dois se os Portuenses benfiquista estão do lado da vaidade e da fanfarrice ou não?
E o meu irmão que é natural de lisboeta mas tão Portista como vocês esta de que lado?
Será que o centralismo das decisões do poder politico numa cidade não se deve por outras razões?
Quando não existia este outros meios de comunicação não seria natural para o seu próprio desenvolvimento?
Será o centralismo uma característica só Portuguesa e não da França, Espanha, Itália…
:) O SLB é grande, mas com a vossa ajuda ele fica enorme. Bem Hajam
Pessoalmente fiquei trista de empatar com MU, porque faltou um bocado assim para lhe ganhar.
Gil Garcia a 23 de Setembro de 2011 às 23:31
Olá,

Obrigado pelo comentário. Eu não mencionei o futebol e sem continuar a não mencionar o futebol, penso que há um enorme centralismo em Portugal.

Não é o caso, por exemplo, em França. Cannes não é em Paris, O maior salão do mundo de Bd não é em Paris ( Angoulème), o maior Festival Europeu de marionetas não é em Paris ( Charleville-Mezières), os maiores festivais de Jazz, em França, etc.. não são tocados em Paris. Mas duma certa maneira penso que tem razão porque Paris apresenta monumentos históricos invulgares, atraindo turistas mais "clássicos" por assim dizer.

Paralelamente, um Marsalhês não precisa subir a Paris para isto ou aquilo adnistrativamente.

Lembro que o diário público foi o primeiro jornal nacional Portugues.

E talvez seja necessário lembrar que as revendicações dos i/emigrantes nunca foram respeitadas. Mal expressas ou mal formuladas..., viram as suas remessas investidas em Lisboa e não na sua terra como o pretendiam.

Sim, Lisboa ainda pensa que é a capital dum Império.

Mas tenho um olhar exterior e talvez o seu seja mais pertinente, deixando-se o futebol de lado. Não sei.

Nuno
PortoMaravilha a 24 de Setembro de 2011 às 20:11
Olá Gil, bem aparecido sejas com os teus comentários.
Tens aí várias introduções que dariam muito gosto de dissertar pelo que acho que tenho aqui um bom mote para post, és uma musa do caraças :-)) , vou publicar sobre o assunto do Provincianismo.

A minha opinião é contrária à tua este concreto.
O Provincianismo Tuga, deve ser mesmo muito especial e um verdadeiro "study case", que, não me cabendo a mim tal papel, certamente, tenho minha opinião muito bem ponderado sobre ele. Fizeste-me ir reler o meu post antigo sobre este assunto, convidava-te a fazer o mesmo: "eFEITOS dA fRAGRÂNCIA à sUOR dO pORTO." http://geracaorasca.blogs.sapo.pt/32724.html
Nota: escrito no apogeu desse episódio de o SLB e Guimarães quererem ir à Champions League pela porta do cavalo no lugar do FC Porto... Atitude que prefiro manter aqui e agora como inqualificável, para não ofender susceptibilidades de bons amigos benfiquistas, que os tenho, poucos e bons na vertente de lucidez, sabes bem.

Mas frontalmente há que assumir, caramba! O SLB tem os tiques intrínsecos de Centralismo, de Eucalipto que só sobrevive bem secando tudo à sua volta, e tem fortes dificuldades não conseguindo tal,isso é notório! E isto tudo fruto da sua origem e protecção natural local.

Agora, devo assumir que a maior fanforronice expressa neste post começa por ser a demonstrada por mim mesmo na forma de apresenta-lo, sem dúvida. Filo ciente disso mesmo, mas longe de querer deixar amigos tristes, apenas puro veneno Tssss ;-), que também faz falta as vezes :-)

Abraços, e vê se colaboras mais com as tuas pertinentes opiniões!
A Gerência agradece.

MrCosmos a 25 de Setembro de 2011 às 17:33
O texto que faço referencia foi escrito pelo Sportinguista Daniel Oliveira 5 Novembro 2010 e não de 2011.
Gil Garcia a 26 de Setembro de 2011 às 00:50
Lembrei-me desta discussão aqui lançada ao ler este post no RP: Incorrecções do "melhor do mundo" http://reflexaoportista.blogspot.com/2011/11/incorreccoes-do-melhor-do-mundo.html

Sobretudo quando lí este comentário:
Duarte disse...

"Fosse isto em Espanha, com o Guardiola por exemplo, e alguém que ousasse colocar os troféus ganhos em Madrid, ninguém na Catalunha se calava. Como é por cá, os poucos que levantarem a voz serão acusados de provincianismo."

Pero, "No passa nada"...
MrCosmos a 4 de Novembro de 2011 às 14:37
A patologia, quanto a mim, é facilmente indentificável.

Lisboa é uma pequena cidade provinciana.

Lembra-me uma história real e vivida. Na época, início dos anos oitenta, explosão das rádios livre, dava benevolmante, a crítica literária quanto a três livros que tinha gostado, aos sábados de manhã durante meia hora.

Geralmente, os auditores ouviam falar de Bd...eps!

Naquele meio bem urbano, que começavam a ser o das rádios livres e, depois, legalizadas ( estou a ficar velho), um colega contou-me a estória seguinte:

Seguem aspas:

Recebi amigos Lisboetas de um amigo. Comecei a apresentar-lhes Paris, mas não aguentei o fim da visita. Tudo o que havia em Paris também havia em Lisboa. Disse-lhes então que se já conheciam Paris não precisavam de mim.

Fechar aspas

Embora pense que a atitude não tenha sido correcta, não se deixam assim as pessoas, penso que esta história mostra a megolomania de uma capital dum país minúsculo. Portugal sempre foi grande pela sua excepcionalidade. E deste ponto de vista o FC Porto é um caso excepcional a nível desportivo.

Querer comparar Lisboa com Madrid ou o Porto com Barcelona, não permite entender a especificidade Portuguesa.

Mas a minha visão é exterior.

Nuno
PortoMaravilha a 4 de Novembro de 2011 às 20:04

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.