.

Relacionado: Bruno Aleixo (cenas do caraças) / Et les choses belles que Portugal a et la france non(2)

por MrCosmos | link do post
Nossa !

Isso é coisa dos anos 70 em França.

Joe Dassin : " On ira où tu voudras et quand tu voudras..."

LOL !

Mas já que estamos na pré-antropologia da canção Francesa, adoro as canções referentes a Santo Eloi, Santo que muito dissertou sobre o frio e inverno e cujos proverbíos foram adaptadas no século XX, sob forma de canção, e continuados no século XXI :

E logo: " Mais non mais non Saint Eloi n'est pas mort car il bande encore "

A tradução está ainda probida em Português.

Bem Vindo ao Esperanto MrCosmos ;-) !

Nuno

PortoMaravilha a 26 de Fevereiro de 2011 às 23:49
AI QUEM NOS DERA VOLTAR AOS VELHOS TEMPOS... não é Cesário ? Isto é que era trabalhar! Agora ver o futuro por um canudo...
É que nem tanto ao mar, nem tanto à terra, meus senhores: não são os "encanudados" os culpados por não acharem trabalho, mas os que roubam os povos com salários indecentes, é ou não é?
______________________________________
Vazam-se os arsenais e as oficinas;
Reluz, viscoso, o rio, apressam-se as obreiras;
E num cardume negro, hercúleas, galhofeiras,
Correndo com firmeza, assomam as varinas.

Vêm sacudindo as ancas opulentas!
Seus troncos varonis recordam-me pilastras;
E algumas, à cabeça, embalam nas canastras
Os filhos que depois naufragam nas tormentas.

Descalças! Nas descargas de carvão,
Desde manhã à noite, a bordo das fragatas;
E apinham-se num bairro aonde miam gatas,
E o peixe podre gera os focos de infecção!

«Sentimento dum ocidental»
Eunice a 3 de Março de 2011 às 23:42
Saudades deste perfume, cara Eunice!
E não é que tem razão?
Vivia, Mr Cosmos.
Obrigada, será o perfume jasmim? Anda esse perfume no ar... e comprei um vaso de jasmim que rescende.
Andei alheada, não arredia.

Está finalmente em distribuição na Ed. Campo da Comunicação o meu "resumo biográfico" em português, adaptado da minha tesse na Sorbonne:
«Mário Sacramento, Vida e Pensamento, Sementes de Liberdade»

Para recordar os tais tempos passados ... e escrevi lá um preambulozinho para esse efeito :

_________

No limiar do monumento do Panteão em Paris, erguendo o olhar para a inscrição gravada no frontispício, podemos ler:

«Aux grands Hommes, la Patrie reconnaissante» (Aos grandes homens a gratidão da Pátria).

É justo que a razão e o coração de uma Nação prestem a devida homenagem à memória dos seus filhos ilustres, homens e mulheres que ofertaram a vida, corpo e alma em prol da Justiça e da Liberdade. Pois são esses heróis os alicerces e o cimento deste Monumento Universal a que todos pertencemos: a Humanidade.
Gravemos, pois, no Panteão da nossa memória, o nome de Mário Emílio de Morais Sacramento que, infatigavelmente, escolheu consagrar-se como homem, médico e escritor, ao combate contra todos os obscurantismos gerados pelo salazarismo, à luta pela nossa Liberdade, até ao último suspiro de uma vida precocemente usada e interrompida.
À custa duma luta renhida, a geração que precedeu a minha sacrificou-se para sobreviver e para o renascer da Liberdade. Seria ingrato silenciar esse esforço, por isso devemos à geração sacrificada, uma humilde mas sentida homenagem, fazendo nossas as palavras de André Malraux: « Le tombeau des héros est le coeur des vivants» (O túmulo dos heróis é o coração dos vivos).
.
Não pretende, este resumo biogáfico, ser um monumento à memória da geração que nos precede, mas uma singela homenagem e sobretudo uma abertura para que investigadores empreendam pesquisas aprofundadas sobre os ensaios e as outras obras de Mário Sacramento.

A Autora.
__________
Eunice a 5 de Março de 2011 às 21:29
Muitos parabéns Eunice,
e um enorme obrigado por partilhar essa sua verdadeira obra, que apesar de ainda não conhecer, pelas referencias que já lhe ouvi/lí, trata-se de real importância.

Certamente teremos o gosto de conhecer melhor essa biografia que homenageia Mário Sacramento. Aguardamos tal honrosa oportunidade.

Bom sucesso!
MrCosmos a 6 de Março de 2011 às 10:04
Ok, Eunice,

Só que quando se atesta na evolução de República de Weimar foi bem a pequena burguesia que, se negando, recusando ser povo, tal como os canudados se negam povo, ( Olá Sr Doutor...), autorizaram a ascensão do Nazismo.

Haveria mais a escrever...
Abraço,

Nuno

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.